A EMTr é uma técnica nova e eficaz de tratamento, sendo segura e praticamente isenta de efeitos colaterais. A técnica consiste na geração de um campo magnético potente e focalizado, que estimula áreas do cérebro que estão disfuncionais, de acordo com o transtorno mental em questão. A EMTr deve ser realizada diariamente, em sessões que duram de 20 a 30 minutos, para atingir efeitos terapêuticos.

A principal indicação terapêutica é o tratamento agudo do episódio depressivo (unipolar e bipolar). De acordo com os principais estudos clínicos, os pacientes que tiverem indicação de receber a EMTr realizam um ciclo de 12-15 sessões, diariamente (excluindo finais de semana). Após este período, nossa equipe avalia qual a melhor opção terapêutica para manter a melhora clínica, ou qual forma de EMTr utilizar, caso a melhora não tenha sido eventualmente atingida.

A EMTr ainda pode ser usada para a esquizofrenia e, em casos específicos e após discussão cuidadosa com o médico responsável pelo paciente, para outros transtornos mentais.

A EMTr possui poucas contraindicações, sendo indicada para adultos de ambos os gêneros ou com doenças clínicas. A principal contraindicação da técnica é a eventual presença de materiais metálicos na cabeça, que pode ocorrer em pacientes submetidos a neurocirurgia. Por isso, nossa equipe avalia cuidadosamente todos os pacientes antes da primeira sessão de EMTr, em uma consulta de triagem, para descartar possíveis contraindicações e decidir a melhor forma de intervenção terapêutica.